Rotina de Vendas

5 filmes para vendedores que não abordam diretamente a temática de vendas

Além de boas opções de entretenimento, alguns filmes podem ser uma fonte de conhecimento e inspiração para  usarmos na nossa vida pessoal e profissional.
Pensando nisso, nós do Rotina de Vendas, listamos 5 filmes para aprender e se inspirar na hora do lazer. Afinal de contas, melhorar o repertório para vender mais e melhor, nunca é demais não é mesmo?

 

Moneyball – O Homem que Mudou o Jogo (2011)

Com orçamentos cada vez mais enxutos e a crescente necessidade de provar resultados, o uso de dados para a tomada de decisão se tornou uma obrigatoriedade para várias empresas e pode ser um grande diferencial para sua equipe de vendas.
Atualmente, é difícil falarmos em alta performance sem uma estratégia orientada por dados, conceito que conhecido como data driven.

Moneyball é baseado na história real de Billy Beane (interpretado por Brad Pitt), gerente geral do time de basebol do Oakland Athletics. O longa mostra as tentativas de Billy montar um time competitivo para a temporada de 2002, mesmo com uma situação financeira totalmente desfavorável, usando uma tática de análise estatística para contratação e escalação dos jogadores.

Pode ser uma boa pedida mesmo para quem não conhece ou se identifica com esportes por abordar temas como planejamento, negociação, data driven e possíveis objeções que as mudanças de cultura podem causar numa organização.

 

Big Fish – Peixe Grande e suas Maravilhosas Histórias (2003)

Uma abordagem diferente e criativa, com comunicação alinhada ao público alvo, pode transformar uma situação desfavorável ou até mesmo desempatar um acirrado comparativo de produtos, caso consigamos chegar ao encantamento do cliente. Com um bom storytelling podemos conseguir gerar valor, cativar o cliente e transformar uma simples proposta numa apresentação inspiradora.

O filme dirigido por Tim Burton narra a vida de um antigo vendedor itinerante do sul dos Estados Unidos, Edward Bloom (interpretado por Albert Finney) que possui um dom para contar histórias e que se encontra agora limitado ao seu leito de morte. Seu filho afastado, um jornalista interpretado por Billy Crudup, tenta estreitar sua relação com o pai às portas da morte, enquanto este, conta contos fantásticos da sua vida preenchida.

O filme nos deixa uma lição importante sobre o limite do encantamento. É necessário que o público esteja engajado ao nosso discurso, de maneira que entenda a linha de pensamento usada, caso contrário, a mensagem pode parecer fantasiosa e com intenção de enganar.

 

Thank You for Smoking – Obrigado por Fumar (2005)

Argumentação e poder de persuasão são duas habilidades que devem sempre ser trabalhadas pelos profissionais de venda. Ao nos prepararmos para as possíveis objeções, nosso discurso passa mais credibilidade independentemente da situação.

No filme, Nick Naylor (Aaron Eckhart) é um lobista da indústria de cigarros, ganha a vida defendendo os direitos dos fumantes nos Estados Unidos. Os vigilantes da saúde são seus maiores inimigos, que desejam colocar rótulos de veneno nos maços de cigarro. Carismático, Nick manipula informações para fazer parecer que o cigarro é menos prejudicial do que realmente é, e torna-se um lobista famoso, ganhando a atenção dos grandes chefes da indústria do tabaco e da imprensa. No entanto, seu modo de vida o afasta de seu filho Joey, o que o faz repensar toda sua carreira.

O longa traz técnicas de persuasão, storytelling e redirecionamento, além de levantar questões éticas na venda e na vida pessoal.

 

The Pursuit of Happyness – À Procura da Felicidade (2006)


Na carreira de vendas, principalmente no início, é muito comum passarmos por fases difíceis e desafios que parecem impossíveis de ser superados, afinal, que atire a primeira pedra quem nunca pensou em desistir ou mudar de carreira. Mas por que então não jogamos a toalha? Perseverança, foco e capacidade de desenvolvimento são combustíveis que movem os grandes profissionais de venda e líderes inspiradores, e intrinsecamente, todos temos pelo menos um pouco.

À Procura da Felicidade conta a história de Christopher Gardner (hoje um dos homens mais ricos dos Estados Unidos) que, ao passar por problemas financeiros, é abandonado por sua esposa, tendo que criar seu filho sozinho. Ele consegue um estágio não remunerado em uma renomada corretora de ações, na esperança de ser efetivado ao finalizar o programa de estágio, mas a cada dia que passa o dinheiro fica mais escasso e as dificuldade aumentam.

Um exemplo de como não perder a força de vontade ao passar por situações adversas , tanto financeiras como psicológicas. Com disciplina, foco e muita determinação, o personagem procura por conhecimento, aprende a ouvir e se relacionar com os clientes e, assim desenvolve um discurso bem colocado, prezando sempre pelo relacionamento para fechamento de uma conta.

 

Whiplash – Em Busca da Perfeição (2014)



Em uma carreira altamente competitiva, como a de vendas, é necessário buscarmos sempre o desenvolvimento e aprimoramento, caso contrário, seremos dominados pela concorrência.

Whiplash conta a história de Andrew Neiman, um estudante de bateria de um dos mais conceituados conservatórios dos Estados Unidos, que busca ser o melhor baterista de sua geração. O estudante tem como mentor, o professor Terence Fletcher, o qual é extremamente exigente que o pressiona até seus limites físicos e psicológicos.

A obra nos faz refletir sobre a busca da perfeição e os limites que estamos dispostos a atingir para alcançar nossas ambições e ainda como essa doação, sacrifício e obsessão podem ser uma via de mão dupla, podendo trazer o sucesso e ao mesmo tempo levar a vida social e os relacionamentos pessoais.
Afinal, estamos dispostos a pagar o preço do sucesso?

Marcadores:

Deixe seu comentário