Rotina de Vendas

CARREIRA EM VENDAS: QUESTÃO DE TALENTO?

O “vendedor nato”: mito ou verdade?

 

Na maioria das vezes em que paramos para mencionar sobre um profissional de vendas de sucesso, ouvimos frases como: “Ele nasceu para ser vendedor!” ou “Ela tem um talento para vendas!”.

Uma vez que o talento é caracterizado como uma inclinação natural de uma pessoa a executar determinada atividade, será que uma carreira depende de talento para vendas?

Temos como senso comum que uma pessoa com altas notas acadêmicas são consideradas “inteligentes” e, para todos os outros tipos de habilidades, dizemos que a pessoa “tem um talento natural.”, o que ocorre no caso de habilidades típicas de um “vendedor nato”: eloquência e  extroversão, por exemplo.

Será que não estamos esquecendo de nada quando pensamos no “vendedor nato”?

 

A Teoria das Inteligências Múltiplas

Na década de 80, um grupo de cientistas da Universidade de Harvard – liderado por Howard Gardner – desenvolveu o que conhecemos como a Teoria das Inteligências Múltiplas, a qual defende que um cientista com grandes habilidades acadêmicas não é mais inteligente do que um medalhista olímpico: eles apenas apresentam tipos de inteligências diferentes.

De acordo com Gardner, existem nove tipos de inteligências (a linguística, a lógico-matemática, a intrapessoal, a interpessoal, a existencial, a corporal-cinestésica, a naturalista, a espacial e a musical) e que todas as pessoas apresentam uma combinação delas – adquirida de acordo com as experiências particulares que vivenciaram – de forma que ela possa ser cada vez mais aprimorada, conforme nosso esforço e determinação.

Com base nisso, um cientista apresentaria a inteligência lógico-matemática mais desenvolvida que o medalhista e, em contrapartida, o medalhista apresentaria uma inteligência corporal-cinestésica mais desenvolvida que o cientista.

Ou seja, não há somente “talento” envolvido na vida de um medalhista olímpico, mas uma combinação de inteligências que foi desenvolvida ao longo da sua experiência de vida pessoal e profissional, conforme sua dedicação e seu esforço.

 

O Vendedor Nato: Talento ou Dedicação?

Considerando a Teoria das Inteligências Múltiplas, possivelmente o “vendedor nato”, apresenta as inteligências linguística e interpessoal bem desenvolvidas. Será que essas inteligências são resultado de uma inclinação natural do vendedor ou de muito estudo e prática?

Na prática, o que compõe um vendedor vai muito além da inclinação natural a ser eloquente e extrovertido – é preciso determinação, resiliência e muita dedicação. A carreira em vendas se baseia em se expressar da maneira mais adequada no momento mais adequado, resistir aos vários “nãos” que iremos receber e, principalmente, saber quando desistir.

E como podemos fazer isso? Estudo, prática, foco e motivação. Encontre a sua forma de se motivar, de aprender, de ensinar e, acima de tudo, de se manter concentrado.

Marcadores:

Deixe seu comentário