Rotina de Vendas

Você pode achar que não, mas todos nós somos vendedores

Ouço muitas pessoas dizerem que odeiam vendas e que não são bons vendedores. Que não se imaginam vendendo alguma coisa, ou se relacionando com clientes.  Realmente pode ser que para a profissão de vendas, essa pessoa não tenha perfil ou habilidades, mas não imagina o tanto de vendas que já fez e que faz diariamente.

A profissão vendedor exige autoconfiança, conhecimento, paciência e resiliência para superar objeções, características facilmente encontradas em grande parte das pessoas que não se consideram vendedores.

Estar vendedor é diferente de ser vendedor. Quando você está fazendo uma entrevista, você está vendendo seu currículo e suas habilidades. Quando você convida alguém para ir jantar e indica um local, você está vendendo o atendimento e as delícias culinárias daquele estabelecimento. Uma pessoa que sai a noite em uma balada com objetivo de conseguir um parceiro, mesmo que seja somente por uma noite, terá que se vender para conseguir o objetivo, seja cativando pelo carisma ou pelo poder de persuasão.

Vamos usar o último exemplo para citar algumas etapas de venda que esta pessoa que sai na balada procurando um par passa para chegar a sua meta final:

1 – Apresentação da empresa: para causar uma boa primeira impressão, a maioria das pessoas procura usar roupas que combinam com seu estereótipo, de  preferência de marcas famosas, ajeita o cabelo conforme modelo da moda, utiliza acessórios e adereços que estão em alta na roda de amigos, veste calçados sofisticados e como bolo da cereja, joias que chamam muita atenção como brincos, colares, pulseiras e relógios. Tudo isso com intuito de se destacar e chamar atenção no meio de tantos concorrentes.

2 – Elaboração de Público Alvo: todo mundo possui um tipo de pessoa que mais lhe agrada, seja pela altura, pela cor do cabelo ou simplesmente pelo lindo sorriso. Quando uma pessoa chega em uma balada, logo identifica possíveis alvos para poder se aproximar. Certamente nesta fase, será levantado mais de uma opção.

3 – Estratégia de abordagem: como conseguir a atenção daquela pessoa, como fazer que essa pessoa se interaja. Chegar e contar uma piada? Fazer um elogio? Ou utilizar os modelos clássicos: Olá, você vem sempre aqui? ou De onde eu te conheço?

4 – Apresentação do produto: para conseguir desenvolver uma conversa agradável e interessante, os envolvidos devem falar sobre seus interesses, lugares onde viajou, comidas que mais gosta, cultura do estado onde nasceu, lembranças da infância, escolas que estudou, esportes que pratica, entre outros assuntos relevantes.

5- Negociação: dentro do contexto da conquista, haverá perguntas a se fazer para saber se haverá um desfecho favorável. São perguntas como você tem namorado(a)? está aberto(a) a novos relacionamentos? se rolasse uma oportunidade essa noite, você estaria interessado(a)?

6 – Fechamento: em certo momento do flerte, sinais positivos são enviados um para o outro com o mesmo objetivo: se dar bem. Ou seja, após muito trabalho, muita conversa, enfim acontece o beijo.

7- Pós venda: após o primeiro encontro, as partes trocam telefones e se conectam nas redes sociais. Começa um relacionamento diário, os encontros começam a ficar mais periódicos, a vontade de estarem juntos começa a ficar enorme e de repente estão se vendo todos os dias.

8 – Upsell:  depois de um certo tempo de encontros, evolução na intimidade e aproximação de interesses, o que antes era tratado apenas como um casinho, recebe um upgrade de status e vira um sério namoro.

Com todos esses indícios, até para arrumar um namorado(a) todos nós precisamos pensar em estratégias de vendas e conquistas através de argumentos. Então podemos afirmar que existe sim um vendedor dentro de todos nós, não um vendedor de produtos, mas sim um vendedor de idéias, um vendedor de bons lugares, um vendedor de sonhos, um vendedor de desejos, um vendedor de imaginação.

Acima estão alguns exemplos de indiretamente exercer a profissão de vendas no cotidianos das pessoas, mas tenho certeza que existem milhões de outras maneiras em que usamos artimanhas de vendas para conquistar algo em nosso dia a dia. Faça um exercício e pense em situações que você precisa convencer alguém do seu ponto de vista e tente melhorar sempre, assim como os vendedores de empresas estão em evolução o tempo todo, pois novas metas são criadas e novas conquistas estão por vir.

 

Marcadores:

Deixe seu comentário